Domingo, 24 de Fevereiro de 2008

O espectáculo vai começar!

 

Vá lá amigos, embora esteja a escrever este texto ao domingo, sei que o vão ler na segunda-feira e este dia para muitos de vocês é sinónimo de sacrifício. Ontem tiveram aquela sensação estranha e aborrecida de quem pensa: “Fónix amanhã já é segunda.” Até parece que estou a ver as Vossas caras. Vá, esqueçam lá isso, é só mais um dia, vejam-no como se fosse o início de um novo estágio, o pontapé de saída para um novo desafio, que até pode ser muito bem-vindo e proveitoso, basta querer! Está à distância de um momento… e tudo na vida acontece de um momento para o outro. Passamos a maior parte dois dias atarefados, não é mau que assim seja, mas devíamos tirar alguns momentos da nossa vida, para pensar no que efectivamente nos faz feliz. Ajuda olhar para dentro, para a nossa essência, é lá que estão os sonhos…olhem com atenção e vão descobrir que a beleza dos sonhos existe mesmo!
 
Deviam ser perto das 2h30 da manhã de sábado, dia da grande final do Canta com Blue nas Escolas, acordo sobressaltado e salta-me um desabafo – fo(piiiiiiiiiip) já adormeci! Pego rapidamente no telemóvel e para meu alívio era o António Jordão. O Jordas, estava com o John Peter o Marquinho e mais umas amigas, uma delas a irmã do Camacho (um ganda maluco que conheci na passagem d’ano) num jantar e resolveram, ligar-me para fazer um brinde. Custa muito acordar a meio da noite, mas para brindar com os amigos estou sempre disponível, até mesmo pelo telefone. Senti-me com se fosse um telemóvel a precisar de energia…não da hidráulica, nem da solar e muito menos da nuclear, estou a falar da energia humana, aquela que nos preenche e nos ajuda a viver. Tal como os sonhos, a amizade também existe e sei que se trata de Pura Amizade. Um brinde aos meus amigos!
 
Depois de dormir o resto de horas que faltavam, era hora de acordar. O dia da Grande Final tinha chegado. Tudo tinha de correr bem. Para quem não sabe a Final do Canta com Blue nas Escolas trata-se do culminar de uma iniciativa da Refriango, que visa fortalecer os laços entre a Blue (o melhor refrigerante de Angola e arredores), as escolas e os alunos, pretendendo ao mesmo tempo descobrir novos talentos da música angolana. Depois das dez pré-eliminatórias, que decorreram em dez escolas públicas, dos municípios de Luanda, os vencedores de cada escola encontraram-se no Cine Tivoli para a grande final, que contou ainda com a participação de alguns artistas convidados (Yola Semedo, Leokeny e Génesis).
 
Últimos preparativos, frenesim nos camarins, preparam-se adereços, os rádios intercomunicadores não param de tocar. Tudo tem de sair perfeito. Os cantores afinam as vozes, os técnicos de luz e som fazem os últimos acertos.
 
- Pessoal, faltam dois minutos. Está tudo a jeito, mas não deixa de haver um nervoso miudinho, próprio de quem não vê a hora de chegar. O espectáculo vai começar.
 
“Senhoras e senhores, meninas e meninos, convosco o apresentador da Grande Final, da primeira edição, do Canta com Blue nas Escolas: Jorge Antunes”.
 
Foi assim que começou e até ao fim tudo saiu perfeito, graças a mais um excelente trabalho da Blue Team. Os meus parabéns a toda a equipa… mais uma vez provaram que quando um homem quer, consegue! Vejam a foto da Team e digam lá que estamos com cara de quem tem doze horas de stress em cima. Nada disso! Estamos todos tão felizes quanto a Telma Manuel, da escola Ngola Nzinga que saiu vencedora desta primeira edição do Canta com Blue nas Escolas com a interpretação da música “Desliga” da Yola Semedo. Parabéns Telma, és a nova Estrela Blue!
 
Beijinhos e abraços,
 
Conde de Angola

publicado por Conde de Angola às 22:35
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 18 de Fevereiro de 2008

I'm Happy

Sinto-me feliz por ver que os dias têm passado por mim a 200 à hora, tão rápido que quase nem os vejo. Parecem-me sempre pequenos para tudo o que quero fazer. Por vezes (quase todos os dias), trago TPC (trabalho para casa) e vou dividindo o serão com o trabalho e com os amigos que vão entrando e saindo. Uns entram pelas janelas do Messenger, outros invadem o Nokia N80 e há também do tipo messenger + N80 (promoção especial para amigos especiais). O sentimento de gratidão para cada um deles é enorme. Tenho confirmado, na primeira pessoa, que ninguém está abandonado neste mundo, nem mesmo em Luanda. Acreditem que no início não é fácil, mas aqui fica um alerta para os que querem vir ou os que por cá permanecem à pouco tempo: Não se isolem, os amigos são a melhor coisa que se pode ter por cá. Tenho feito novas amizades, enquanto vou solidificando as que deixei em Portugal e conto com todos, porque acredito que nenhum caminho é longo demais quando um amigo nos acompanha.
 
Por cá também se comemora de forma entusiasta o dia dos Namorados. Aliás por cá tudo se comemora e tudo é motivo para festa. Nesse mesmo dia, quando o Kalili, para quem não sabe, o Kalili é o meu motorista (não gosto desta expressão mas não encontrei uma melhor), a quem chamo de Kalilas, me apanhou de manhã perguntei-lhe:
_ Kalilas, hoje é dia dos namorados. Já compraste a prenda para a tua dama?
E ele responde de forma peremptória com um sorriso nos lábios:
_ Ainda (ainda = ainda não… eles são mais práticos que nós. Faz sentido isto.)
Meti a mão ao bolso, agarrei na nota de kuanzas que tinha a jeito, dei-lhe e disse:
_ Toma, é para comprares uma prenda para a tua dama. Como este ano não tenho com quem gastar este dinheiro, quero que ele ajude a fazer uma mulher feliz ok? Compra-lhe uma prenda e logo trata-a bem!
_ Sim meu chefe, obrigado -responde ele com um brilho nos olhos.
Para mim foi um dia diferente dos anteriores dezasseis anos, mas nem por isso foi um mau dia, foi simplesmente diferente. A vida é assim mesmo, é como uma cebola, vamos tirando uma camada de cada vez, às vezes choramos, outras vezes somos surpreendidos com coisas fantásticas. A beleza dos sonhos existe... Obrigado!
 
Nada melhor que terminar o dia de sexta-feira com uma ida ao Estádio da Cidadela para assistir ao Super Bock, Super Rock Angola. Enquanto que em Portugal vamos na décima quarta edição, por cá foi a quarta. Os Livity foram os cabeça-de-cartaz, mas para mim valeu sobretudo pela vinda da melhor banda de rock português, os Xutos e Pontapés. As cerca de 15000 pessoas presentes não resistiram ao ouvir tocar, com vivacidade, o tema “Não sou o único”. Foi a maior explosão registada ao longo de toda a noite. O Miguel, o André e claro o Joka acompanharam-me nesta ida à cidadela.
 
Principalmente eles três, têm sido os grandes responsáveis pela minha rápida integração por terras angolanas. No sábado à tarde estivemos juntos na praia e terminámos no aniversário do filho de uma amiga nossa. Conheci pela primeira vez a Taj Mahal. É linda, foi amor à primeira vista. Calma, não fiquem já a pensar que o Conde encontrou um novo amor na vida dele (será que sim?), ou fugiu para a Índia, nada disso, estou a falar da filha do Joka, que tem seis mesinhos e me fez recordar os primeiros meses de vida do meu filho. Um belo fim de tarde passado na praia, com amigos e muitas crianças por perto, onde o espectáculo dado pelo pôr-do-sol foi algo de extraordinário. Os tons vermelhos e laranja misturaram-se entre si, iluminaram o céu e o mar, que se juntaram, não deixando perceber onde terminava um e começava o outro. LINDO.
 
Depois de uma noitada no Chill Out, nada melhor que um dia de praia para recuperar. Um dia igualmente diferente aos tantos outros que tenho vivido por cá, mas delicioso. Estou fatigado desta vida difícil, a praia cansa acreditem… ah é verdade já me esquecia, estou quase preto, por fora só Ya… eh eh eh!!!
 
Beijinhos e abraços,
 
Conde de Angola
 
P.S. Puto, meu camba, tás muito bala, 83% a história é assim mesmo. Amo-te muito!

publicado por Conde de Angola às 12:09
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Domingo, 10 de Fevereiro de 2008

Blue Team, N'Ice Team!

São 19h25m, olho adormecido sobre a baía através da janela da minha sala. Luanda está calma sob um céu avermelhado, a baía quase não mexe e ao fundo vejo a fortaleza iluminada. Sinto-me forte e decidido, cada vez mais confiante com a decisão tomada. A felicidade, essa está presente, embora invadida em momentos por alguma saudade entristecida pelo facto de estar tão longe do meu maior tesouro: o meu filho. Deixa-me descansado saber que ele está bem guardado. A Carla é uma mãe fantástica (foi o meu primeiro e até à data, o único grande amor da minha vida). Tal como tudo, também o nosso casamento teve um princípio, um meio e um fim. Embora, muita gente não entenda, conseguimos preservar a nossa amizade. É tão bom que assim seja… e é assim que deve ser pois temos uma coisa que nos unirá para sempre: O Dany. Obrigado Carla, é bom saber que tenho uma amiga como tu. Fecho os olhos com um suspiro e inspiro o ar quente que entra pela janela enquanto vou fumando um cigarro (tenho de acabar de vez com este vício). Tal como o sol, também eu começo e renasço. Tudo de novo. O céu invade-se de cor com o fim do dia e a baía continua cintilante. Extraordinariamente bela. Contemplo-a com um sorriso retraído e deixo-me assim ficar por alguns instantes...
 
A guerra civil que destruiu o país terminou em 2002, e a reconstrução entrou na ordem do dia. É o futuro ajudando a piorar o presente. O trânsito está cada vez pior e é completamente dominado por jipes 4x4 e por centenas de Toyota Hiace azuis e brancas denominados por “Candongas”. São os "táxis", ou candongas, o único meio de transporte público da cidade. Em Luanda, para quem não arrisca a andar nas entulhadas candongas (e não se vê branco, ou "pula" como nos chamam, nos candongas), é indispensável ter um carro. Isto explica o caos.
  
Entretanto, a Blue Team está mais forte. Chegaram a Luanda, depois de umas merecidas férias em Portugal, os meus colegas Miguel e Sónia. Bem Vindos, conto convosco! Toda a ajuda é preciosa, a “guerra” que temos pela frente vai ser dura, mas a nossa Team vai sair na frente. O ambiente de trabalho é fantástico e o espírito de entreajuda que existe entre as várias áreas do departamento enche-me de orgulho.
  
No sábado, enquanto assistia à reunião de apresentação de resultados da área comercial, uma parte da equipa estava nos supermercados, outra a montar a festa que a Blue patrocinou nessa noite no Tamariz e outra ainda a caminho do Belas Shopping (nova atracção luandense, inaugurado o ano passado e administrado por uma empresa Brasileira) para uma acção de degustação do já famoso N’Ice Tea, com patinadores. Depois do almoço com a equipa comercial no Chimarrão, entro em casa, e dou com um recado que a Silvana (minha empregada dia sim, dia não) me deixou. Muito eu ri. Escrito num guardanapo de papel com tinta azul, dizia: Precisa-se dé Skip. Será que se eu comprar detergente da marca Elos ela vai deixar de me lavar a roupa? Vou experimentar! Um dia ainda faço um trabalho de fotografia com os dizeres que se encontram espalhados pela cidade, em placas dos mais variados modelos, grande parte delas afixadas nas paredes das casas. Vai dar um belo book. Depois de um belo jantarinho na casa do Marco com ele e com o Bruno (meus colegas da área comercial) saímos em direcção à ilha. Fomos à festa no Tamariz, onde encontrámos o Joka com as nossas “parceiras” do Belas Shopping. Do Tamariz fomos ao Bay In e depois ainda passei com o Joka no Dom Quixote. Kizombada do melhor. Os “pulas” contavam-se pelos dedos, mas como estava com o Joka, estava com Deus (o Deus da noite).
  
Pior foi no domingo, acordar às 7h30m, depois de dormir duas horinhas. O dever profissional fala mais alto, e o Lima devia estar a passar para me apanhar. Sim, porque hoje é domingo e domingo de manhã é dia de Igreja. Ó N’Ice Tea ao quanto obrigas! E mais uma vez lá estava a equipa para levar de vencida mais uma “batalha”. Foi canja graças a mais um excelente trabalho da Blue Team… N’Ice Team!
  
Entretanto os acessórios para a praia acompanharam-me e segui com o Lima directamente para a ilha para mais uma tarde de praia. Não me lembro de ter este tom de pele em pleno Fevereiro, mas estou a gostar! O Miguel e a Sónia foram lá ter com as filhas (são lindas as miúdas) e ainda encontrámos o Joka que estava a coordenar a degustação do produto nas praias. Foi sem dúvida o momento alto do dia, ver ao nosso produto a ser distribuído e consumido ali à nossa frente. Brutal!!!

Beijinhos e abraços,
  
Conde de Angola

publicado por Conde de Angola às 22:33
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Terça-feira, 5 de Fevereiro de 2008

Luanda On Fire

Olá amigos,
 
Finalmente estou ligado ao mundo… Na passada segunda-feira esperava pelos técnicos da TVCabo às 15h30, acontece que decidiram fazer-me uma surpresa e apareceram logo de manhã. Do mal, o menos, agora sinto-me bem mais acompanhado cá por casa. Acordo e adormeço a ouvir música. Durante o serão, enquanto vou acompanhando a passagem dos spots da Blue, da Pura e do N’Ice Tea na televisão, aproveito para responder a alguns e-mails que ficaram pendurados durante o dia.
 
O despertador toca por volta das seis da manhã, desisti de tentar perceber o calor escaldante com que amanhece o dia, nem quero imaginar como será daqui a alguns anos, mesmo assim, esta é uma hora excelente para fazer uma corrida na marginal. Faço a corrida sem pensar em nada (será possível? Experimentem!), contentando-me a ouvir a música que levo no mp3 emprestado pelo meu filho, sim, porque o meu super, hiper, mega, ipod de 160GB resolveu mergulhar dentro do bebedouro da Sasha (a minha Boxer, que neste momento é a grande companhia da minha mãe) no dia em que embarquei para Luanda. Só estava “artilhado” com cerca de 7000 músicas… o que vale é que o leitor de DVD, permite a ligação do disco externo onde tinha grande parte das músicas arquivadas. Tenho música de todo o género, até mesmo daquela pronta-a-ouvir-e-deitar-fora, que sempre existiu e continuará a existir. Como as luas cheias e os quartos minguantes.
 
Não me canso de elogiar o excelente trabalho da Blue Team. Esta semana foi violentíssima. Non Stop! Tudo temos feito para provar ao povo angolano de que um chá gelado (N’Ice Tea), lá por não ter gás, não significa que esteja estragado. Vai dar luta, mas vamos conseguir. Temos feito de tudo: acções nos supermercados, na rua, nos escritórios, nas praias, nas igrejas, no carnaval, etc…Daqui a algum tempo o N’Ice Tea vai ser um sucesso em Angola… escrevam o que digo!
 
Na sexta-feira, enquanto assistia ao Moda Luanda 2008, por Torres Vedras brincava-se ao Carnaval. Muitos foram os telefonemas e as mensagens que recebi nessa noite, confesso que me fizeram ficar algo melancólico. Volta e meia acontece-me por uma ou outra coisa, basta algo tocar no ponto mais sensível do meu coração.
 
Este foi um fim-de-semana prolongado (para alguns) com dois feriados seguidos. Na 2ª feira (4 de Fevereiro), comemorou-se em Angola o início da Luta Armada de Libertação Nacional e hoje a Marginal de Luanda recebeu milhares de foliões para assistirem ao desfile do corso carnavalesco, que este ano homenageou a dizanga, uma dança tradicional do Carnaval angolano em vias de extinção.
   
Como trabalhei no sábado e no domingo, aproveitei para ir à praia no feriado. O local escolhido, por “estar mais à mão” foi a Ilha. Ligada à Marginal por um aterro, a Ilha de Luanda converteu-se na "cidade dos ricos": aqui se concentra a melhor oferta de bares e restaurantes, com magníficas esplanadas viradas para a baía ou para o mar. Que brasa que estava, e tudo estava a correr bem até que de repente, vivemos momentos de pânico e correria, por causa de uma troca de tiros entre a polícia e um assaltante. Por momentos pensei que estava perante um arrastão. Por sorte ninguém se feriu e a “festa” terminou com o assaltante algemado. Deviam ver o ar de satisfação do polícia depois da captura. Será que estavam a brincar ao Carnaval?
   
Beijinhos e abraços,
   
Conde de Angola

publicado por Conde de Angola às 18:38
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 3 seguidores

.pesquisar

 

.Novembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
23
24
25
26
27

28
29
30


Eurico Feliciano

Criar seu atalho

.posts recentes

. Blue Let's Dance Party

. A Vida É Uma Festa!

. Red Cola - Momento Zero

. Road Show Blue 2009

. 457 Dias em Luanda

. O meu pedaço de papel...

. Blue Festival 2009

. Sim, é Natal!

. E lá vão 13... Parabéns D...

. I'm Back

. Férias...

. 31 de Julho, o dia do Con...

. Escrevo porque preciso de...

. Alambamento

. Finalmente África!

. 6 meses já lá vão...

. Portugal num Lusco Fusco....

. Blue Road Show - Lubango

. Team Operativa

. Onde estou?

.links

.arquivos

. Novembro 2010

. Junho 2010

. Maio 2009

. Fevereiro 2009

. Dezembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008