Terça-feira, 24 de Fevereiro de 2009

457 Dias em Luanda

Dia de sol, cheira a Carnaval em Luanda, são feitos os últimos preparativos na marginal para mais um dia de folia. Para quem é natural de Torres Vedras, sabe que o próprio Carnaval é nesta cidade, este ano apimentado pela polémica das imagens de mulheres nuas coladas no monitor de um Magalhães em tamanho gigante… ainda dizem que o Ministério Público é lento a tomar decisões. Quem disse isso? Éi, esperem… parece que afinal quem condenou, voltou a descondenar… e assim vai Portugal. Se bem conheço os foliões de Torres este ano vai rebentar… ai que saudades!

 
Dia de recordações. Faço hoje, no tempo que me vai restando durante o dia, um balanço dos últimos 457 dias (tempo que estou em Luanda) do que aqui passei e de tudo o que senti e vivi, tentando dar sempre o meu melhor.
 
Recordo-me da praia, do sol, dos finais de tarde sobre a baía assistidos de “camarote” com a Canon em punho. A beleza pura e intacta da Fenda da Tundavala, da deslumbrante descida da Serra da Leba, onde consegui escapar duas vezes e outras mais o faria, com tempo. As lindas viagens a Porto Amboím, Sumbe, Lobito, Huambo e até mesmo a Ndalatando, passando por estradas e aldeias e picadas incertas e paisagens de incontável beleza. A ilha do Mussulo, o Parque da Quiçama, a praia de Santiago, também conhecida pela praia dos barcos encalhados, no meu caso o nome mais apropriado seria: Praia dos Carros Encalhados. Recordo com saudade os dias passados em São Tomé… tenho a certeza que um dia lá voltarei. A liberdade. A nostalgia incontrolável de cada regresso em cada viagem.
 
Recordo os jantares. Os petiscos na Palhota no final da semana e o leitão ao domingo, onde as conversas são como as cervejas - há sempre lugar para mais uma. Lembro ainda outros jantares, inesperados ou talvez não, no Del Mar, no Pims, na Vila Alice e outros mais, os almoços na ilha, numa cadeira de praia, em paz...  
 
Mas nem tudo são rosas, recordo também os momentos menos bons... A minha ausência constante nos dias mais importantes de uma vida. O aniversário do meu filho, o da minha mãe, dos meus irmãos, das minhas sobrinhas, o meu aniversário, os casamentos dos meus melhores amigos, o Natal, o Carnaval, etc… são tantos que me fazem sentir que falhei. Recordo ainda o momento e o dia em que parti, meio à pressa e sem pressa, com as minhas dúvidas, os meus receios, as minhas incertezas e com uma angústia horrível de deixar para traz o meu tesouro: tu Dany!
 
Recordo os dias de trabalho. A directa feita no Festival da Blue, onde o cansaço era tanto que até vómitos tive. O tempo e a paciência que muitas vezes se esgota e me consome. As alegrias partilhadas com os putos da equipa, as gargalhadas das coisas boas, a Blue Team, etc… Mas recordo acima de tudo os meus amigos. Os que sempre me apoiaram e acarinharam mesmo longe, dando-me a motivação nos momentos mais tristes. Os outros que aqui reencontrei e os que ganhei, com uma força desmedida e que nunca me deixaram sentir só. É verdade, nunca me senti só.
 
Não me digam que existem coincidências, as coisas acontecem-nos por algum motivo e é fascinante como conhecemos pessoas que nos transformam a vida e trazem-nos tantas experiências novas. 
 
 
 
Beijos e abraços,
 
 
Conde de Angola
 

publicado por Conde de Angola às 20:13
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Sábado, 14 de Fevereiro de 2009

O meu pedaço de papel...

O Dia dos Namorados é conhecido em muitos países como o Dia de São Valentim. Valentim era um sacerdote cristão contemporâneo do imperador Cláudio II, que queria constituir um exército romano grande e forte, mas não conseguiu atrair muitos soldados, porque os homens não se dispunham a abandonar as suas mulheres e famílias e partirem para a guerra. Assim, o imperador proibiu os casamentos entre jovens e Valentim, revoltado, resolve realizar casamentos secretos. Quando foi descoberto, foi preso, torturado e decapitado a 14 de Fevereiro.

 
Já na Roma Antiga, a data era celebrada em 15 de Fevereiro (que, no calendário romano, coincidia aproximadamente com o início da Primavera) no festival Os Lupercalia. Na véspera desse dia, eram colocados em recipientes pedaços de papel com o nome das raparigas romanas. Cada rapaz retirava um nome, e essa rapariga seria a sua namorada. O meu pedaço de papel tinha o teu nome: Susana.

 
Podia escrever para ti num pedaço de papel, ou num postal ilustrado que se vendem aos montes nas papelarias, não precisava de partilhar com o Mundo o que sinto por ti, mas também não tenho nada que me impeça de o fazer e tudo isto, porque também sinto o teu amor. Estás dentro de mim, nas mais dissemelhantes formas e o sentimento de alegria cresce a cada dia que passa, apesar de todas as dúvidas e incertezas desta vida, sei que estás comigo. Fecho os olhos e sinto-te cá dentro, sinto-te como parte de mim, tão intensamente que parece um sonho, um sonho do qual não quero acordar! E ficaria assim sempre, para sempre, com este sentimento profundo, de alegria e de felicidade. És tu que estás no meu coração.

 

Beijo Grande Meu Amor,

 

 
Conde de Angola
 


publicado por Conde de Angola às 09:27
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Domingo, 8 de Fevereiro de 2009

Blue Festival 2009

 

Foi no passado dia 31 de Janeiro que aconteceu a tão esperada 2ª edição do Blue Festival. Desta feita na ilha de Luanda, numa tenda montada especificamente para o efeito, com 1500m2 e com uma decoração de arrasar em tons Blue, só podia claro. Quem lá esteve saiu satisfeito, por tudo o que foi acontecendo durante a noite, numa corrida louca contra o relógio que teimava em avançar na direcção da madrugada.
 
Foi sem dúvida um hino à diversão e alegria numa festa que iniciou com o Dj Big Renas, que conciliou as suas batidas electrónicas com a actuação de performances do grupo espanhol Decoliflor. Houve ainda tempo para apresentar a todos os que se juntaram a nós nesta fantástica festa, o novo spot de TV da Blue. Faz parte da campanha “A Vida é Uma Festa” e vai para o ar já na próxima 2ª feira. Está Brutal!!!
 
Também fizeram parte do cartaz o músico Paul G e os Kalibrados, os quais tiveram a responsabilidade de animar todos os presentes até à subida ao palco do DJ Yves Larock. Pelo caminho ficaram excelentes interpretações quer do Paul G e dos seus bailarinos, quer do Grupo Kalibrados que interpretaram temas no novo álbum “Cartas na Mesa”. Para eles o meu muito obrigado e boa sorte na venda dos seus trabalhos.

Com um público dividido por nacionais e estrangeiros, a animação tornou-se ainda maior com a chegada dos convidados Dj Yves Larock e o artista Jaba, os mais aguardados da noite.

Neste período, nem mesmo o corte de energia, que se verificou durante alguns minutos, por motivos de estupidez natural dos homens da limpeza, que resolveram tapar a respiração do gerador, foi suficiente para demover o público presente nesta 2ª edição do Blue Festival e retirar agitação à festa.

A festa continuou pela noite dentro intercalando a animação em palco com exibições de acrobacia, outro atractivo que, a par do ambiente conseguido pela montagem técnica do cenário no local, ajudou a fazer deste festival um momento diferente… e quando tudo parecia estar no fim não é que lá vem o DJ Capiro e resolve mostrar ao Yves Larock que por cá também se passa música com muito nível… Entre as batidas electrónicas e o kuduro, o público foi-se divertindo até ao amanhecer.
 
O pior estava para vir: a desmontagem! Pois é, a nossa Team não brinca, enquanto muitos se divertiam no interior da tenda, alguns dos meus rapazes descansavam no interior dos carros pois sabiam que depois da festa estava na hora de entrar em cena… são realmente fantásticos… Grande parte do sucesso deste evento é deles. Obrigado rapazes, tenho muito orgulho em trabalhar convosco.
 
Já era meio-dia quando terminamos, o movimento para a ilha já se fazia novamente, muitos eram os carros que se dirigiam no sentido das praias, a nossa praia era outra… para trás ficaram as cores azul e branca, mas saímos orgulhosos por tudo o que conseguimos fazer. A Blue Team trabalha a “brincar” mas não brinca com o trabalho! Putos, mais uma vez o meu obrigado pela Vossa dedicação.
 
 
 
Beijos e abraços,
 
Conde de Angola
 

publicado por Conde de Angola às 22:06
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 3 seguidores

.pesquisar

 

.Novembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
23
24
25
26
27

28
29
30


Eurico Feliciano

Criar seu atalho

.posts recentes

. Blue Let's Dance Party

. A Vida É Uma Festa!

. Red Cola - Momento Zero

. Road Show Blue 2009

. 457 Dias em Luanda

. O meu pedaço de papel...

. Blue Festival 2009

. Sim, é Natal!

. E lá vão 13... Parabéns D...

. I'm Back

. Férias...

. 31 de Julho, o dia do Con...

. Escrevo porque preciso de...

. Alambamento

. Finalmente África!

. 6 meses já lá vão...

. Portugal num Lusco Fusco....

. Blue Road Show - Lubango

. Team Operativa

. Onde estou?

.links

.arquivos

. Novembro 2010

. Junho 2010

. Maio 2009

. Fevereiro 2009

. Dezembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008